Palmeiras – Ajax 1-0 (0-0)

Palmeiras – Ajax 1-0 (0-0)

O Ajax concluiu a campanha de treinamentos sábado à noite com uma derrota de 1-0 para o Palmeiras. No estádio do Pacaembu em São Paulo o substituto Carmona decidiu o amistoso na prorrogação. Domingo à tarde, o Ajax retorna à Holanda.

Após uma semana de intensos treinamentos no Brasil, o Ajax passou pelo último simulado rumo à começo da segunda fase da temporada. No estádio onde foi realizada a abertura da Copa do Mundo de 1950, o Ajax encerrou sua campanha de treinamentos no Brasil. Na presença de uma grande delegação da Mongeral AEGON, o Ajax se apresentou na maior cidade da América do Sul perante uma grande torcida organizada de fãs brasileiros.

Cinco dias antes do díptico contra o AZ, o técnico do Ajax De Boer convocou uma lista de jogadores bastante forte. Assim como na semana anterior contra o Almere City o Siem de Jong já recuperado entrou no ataque. Com Ruben Ligeon substituindo Gregory van de Wiel (dores na virilha) e Nicolás Lodeiro posicionado na ala esquerda, a esquadrão do Ajax para a segunda fase da temporada foi tomando forma. Além de Van der Wiel, De Boer contou com o desfalque de Derk Boerrigter e Lorenzo Ebecílio (ambos com dores lombares).

<i>Jan Vertonghen em meio a um forte duelo</i>
Jan Vertonghen em meio a um forte duelo

Vários minutos depois do ponta pé inicial, o gritos ecoavam no estádio do Pacaembu. O legendário jogador do Palmeiras, Marcos, apareceu para o público com a cabeça na borda do estádio. Em pé e com fortes gritos, os fãs rederam homenagem ao ex-goleiro de 38 anos. O Sjaak Swart do Palmeiras defendeu as cores do time durante 19 temporadas. Além disso, o clube anunciou que que ele continuará sendo o eterno camisa 12 do Palmeiras. Isso mostra a grandiosidade do goleiro que em 2002 foi campeão mundial pela Seleção brasileira.

No primeiro tempo, o sucessor de Marcos não teve muito trabalho. Sob um dia bonito de verão em São Paulo, o Ajax não deu muito trabalho ao Palmeiras. O anfitrião, ao contrário, esteve várias vezes na boca do gol. Principalmente o atacante Tinga conseguiu se infiltrar ficando cara a cara com o goleiro Kenneth Vermeer. Do outro lado, Lodeiro obteve uma excelente oportunidade. O movimentado uruguaio cabeceou a bola pouco antes de terminar a o primeiro tempo após receber um passe de Vurnon Anita. Mas a bola passou ao lado da trave. No mais, chamou a atenção foi o número de cartões amarelos (três para o Ajax) que o juiz Ribeiro de Souza distribuiu. Tudo isso contribui para um ambiente tipicamente sulamericano no estádio, incluindo tambores e um público fanático na geral.

Depois do intervalo, o Ajax voltou com uma armação de time bastante diferente. Jasper Cillessen, Thulani Serero, Aras Özbiliz, Ricado van Rhijn e Daley Blind fizeram sua entrada. Com isso, a transformação no Ajax ainda não estava concluida pois quize minutos mais tarde apenas Jan Vertonghen e Eyong Enoh restavam da formação inicial do jogo. Foi uma oportunidade para Ouasim Bouy de se apresentar pela segunda vez ao público. Depois de estreiar oficialmente no jogo contra o Amere City, o meia de 18 anos jogou com o número 40 durante meia hora contra a equipe brasileira.

Exceto a oportunidade para De Jong, o goleiro do Palmeiras não teve muito trabalho após o intervalo. Com a metada de segundo tempo decorrida, os substitutos Carmona e Fernandão fizeram ambos uma tentativa atrevida, mas também não tiveram como levar os 25 expectadores ao delírio. Nos momentos finais da partida, o Ajax se aproximou duas vezes do gol com o substituto Davy Klaassen e Severo.

No final, a última palavra ficom mesmo com o Palmeiras, a equipe do técnico Scolari. Durante os acréscimos, Carmona decidiu a partida com a conclusão bem sucedida de uma jogada. O 1-0 no placar provocou um tornado de felicidade. Para o Ajax, a notícia mais importante é a comprovação no Brasil de que o time pode contar com uma seleção praticamente toda recuperada no início da segunda fase da temporada, nesta quinta-feira.

Fique ligado na Ajax TV e veja um apanhado do jogo Palmeiras-Ajax e as reações ao final da partida.

Texto: Ajax.nl/Daan Germans
Fotos: Ajax.nl/fotos AEGON e Mongeral), Proshots/Jasper Ruhe (fotos do jogo)

<i>Técnico Frank de Boer recebeu das mãos do colega Scolari sua camiseta “pessoal” do Palmeiras. Danny Blind também ganhou uma camiseta.</i>
Técnico Frank de Boer recebeu das mãos do colega Scolari sua camiseta “pessoal” do Palmeiras. Danny Blind também ganhou uma camiseta.
<i>O alto funcinário da Mongeral Helder Molina se encontra com Frank de Boer e Ronald van Liempt (AEGON).</i>
O alto funcinário da Mongeral Helder Molina se encontra com Frank de Boer e Ronald van Liempt (AEGON).
<i>No segundo tempo, André Ooijer substituiu Toby Alderweireld.</i>
No segundo tempo, André Ooijer substituiu Toby Alderweireld.
<i>Miralem Sulejmani deu lugar no segundo tempo a Ismaïl Aissati.</i>
Miralem Sulejmani deu lugar no segundo tempo a Ismaïl Aissati.
<i>Mais de 25.000 torcedores testemunharam o duelo na ex-sede da Copa, Pacaembu.</i>
Mais de 25.000 torcedores testemunharam o duelo na ex-sede da Copa, Pacaembu.
<i>O substituto Dmitry Bulykin impôs moral em várias disputas pela bola.</i>
O substituto Dmitry Bulykin impôs moral em várias disputas pela bola.